Lavagem do cabelo comprido liso em segurança

Post Blog lavagem cabelos compridos

Pela sua apresentação, teremos que diferenciar nos seus cuidados, o cabelo liso do cabelo
ondulado ou mesmo frisado pelo que neste post daremos apenas atenção ao cabelo liso.
Os cabelos compridos até pela sua espessura, têm a tendência de se embaraçar, as cutículas
semelhantes a escamas que o compõem, ao mexerem-se embaraçam umas nas outras, razão
do cabelo criar nós em si próprio. Portanto a fase 1 para o cabelo liso com maior comprimento
é escovar e desembaraçar muito bem. A escova deverá ser com bastantes “dentes” e muito
flexíveis (e suaves) de forma a desembaraçar sem pressão e sem o partir.
O cabelo ao estar desembaraçado torna-se mais fácil de trabalhar com ele e as cutículas estão
todas no mesmo sentido evitando assim danos.
Em seguida vamos proceder à realização duma trança pouco apertada de forma a que o cabelo
esteja seguro, no mesmo sentido, mas que os produtos e água possam passar entre os fios
com facilidade, permitindo assim a sua limpeza.
Se possível usar uma calha funda para poder manter o cabelo o mais possível estendido e
molhar bem o cabelo, deixando que este absorva a humidade. Espalhamos champô por todo o
seu comprimento e procedemos à lavagem de toda a trança com movimentos de aperto
(apalpar), o cabelo, distribuindo desta forma o produto e ao mesmo tempo realizar a ação de
limpeza.
Evitar esfregar ou friccionar o cabelo em demasia. A trança ao estar pouco apertada, se
realizamos demasiada pressão pode desfazer-se, o que não seria problemático, mas poderia
fazer com que o cabelo se embaraçasse.
Com movimentos curtos e circulares das pontas dos dedos, realizamos uma breve massagem
no couro cabeludo. Este tipo de massagem permite a libertação de cabelos mortos e o
desprendimento de células de pele superficial seca ou que de alguma forma esteja segura ao
couro cabeludo e ainda promover a elasticidade da pele.
Em seguida passar abundantemente com água e repetir o procedimento com o objetivo da
lavagem e retirada de células mortas que tenham ficado na primeira lavagem, dando especial
atenção às zonas de comprimento e pontas. Passar novamente por água.
Retirar o excesso de água com uma toalha e colocar a máscara ou creme ou ampola de
tratamento mais adequados ao cabelo, dependendo da sua sensibilização técnica (tipo de
trabalhos técnicos) ou grau de hidratação. O produto deverá ser distribuído ao longo de todo o
comprimento, tendo muita atenção às pontas, tradicionalmente mais sensibilizadas e com
menor irrigação sanguínea.
O produto deverá ser espalhado através de movimentos de apalpação do cabelo para que
fique bem distribuído. Após alguns minutos de pose, começar a desfazer de forma suave a
trança e aproveitar para espalhar o produto de forma uniforme ao longo de todo o
comprimento do cabelo, mantendo-o esticado.
O tempo de pose, deverá ser de acordo com as instruções para o produto utilizado, assim
como o grau de sensibilização do cabelo.
Ter sempre um especial cuidado nas pontas do cabelo, pois poderão existir pontas duplas.

Passar muito bem por água até que não exista resíduos de produto no cabelo, retirando o
excesso de água com a toalha e em seguida colocar a toalha à volta do
comprimento/crescimento cabelo por um lado para retirar mais humidade e por outro para
evitar que se embarace até se proceder à secagem pretendida. Se o comprimento do cabelo
permitir, realizar com a toalha o formato de um turbante permitindo assim a fixação da toalha.
Na secagem ter em atenção, o uso de produtos de acondicionamento térmico para evitar
agressões do calor produzido pelo secador ou prancha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

x